A minha Lista de blogues

quinta-feira, 12 de julho de 2018

«Uma lágrima se evapora, uma flor murcha, só a oração chega ao trono de Deus».

Santo Agostinho

domingo, 1 de julho de 2018

Devaneios cruzadísticos │Ricardo Reis

Assinalam-se, este ano, os 130 anos do nascimento do poeta Fernando Pessoa (13/6/1888). O AlegriaBreve não podia deixar de acompanhar as múltiplas iniciativas em curso em vários pontos do país para comemorar a data do nascimento do poeta da "Mensagem" e da "Ode Marítima".

«Eu sou uma antologia», escreveu Fernando Pessoa num poema datado de 17 de Dezembro de 1932, convidando-nos, de certo modo, a descobrir essa antologia. Pessoa criou a sua obra dando vida a outras figuras, «construí-lhes as idades e as vidas», escreveu ele.

«...a origem mental dos meus heterónimos está na minha tendência orgânica e constante para a despersonalização e para a simulação», escreveu o poeta na célebre carta de 13 de Janeiro de 1935, ao seu amigo Adolfo Casais Monteiro.

Ricardo Reis é um dos heterónimos mais conhecidos. Ter-se-á esboçado «uma penumbra mal urdida», em 1912, tendo surgido definitivamente em Março de 1914, descobrindo-lhe finalmente o nome, segundo disse na citada carta de 13 de Janeiro de 1935.

Ricardo Reis, o poeta das Odes, faz a apologia da vida simples, acompanhada de uma valorização do instante presente em virtude da Brevidade da Vida.

«Vem sentar-te comigo, Lídia, à beira do rio/.../Desenlacemos as mãos, porque não vale a pena cansarmo-nos/.../ Amemo-nos tranquilamente, pensando que podíamos,/Se quiséssemos, trocar beijos e abraços, carícias,/Mas que mais vale estarmos sentados ao pé um do outro/Ouvindo correr o rio e vendo-o/...», escreveu Ricardo Reis num poema datado de 12/6/1914.

A proposta do mês é resolver este problema de palavras cruzadas e encontrar, no final, parte de um verso (5 palavras nas horizontais) de um poema de Ricardo Reis. 

Atenção: Este problema respeita as regras gramaticais da acentuação gráfica. 


1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
1











2











3











4











5











6











7











8











9











10











11












HORIZONTAIS: 1 – O que é macio e lustroso [figurado]; Volta. 2 – Atrai; Andar; Sua Alteza [sigla]. 3 – Existe; Encerais. 4 – Baixas; Completo. 5 – Anéis; Colorido. 6 – Preposição que designa lugar; Desmorona-se; Sopro. 7 – Maças [Brasil]; Tramas [figurado]. 8 – Qualquer elemento de um grupo, considerado individualmente; Alas. 9 – Arguir; Outra coisa [antiquado]. 10 – Rénio [símbolo químico]; Amerício [símbolo químico]; Assunto. 11 – Remoinho de água [regionalismo]; Solta.

VERTICAIS: 1 – Anula; Estimulo. 2 – Divisa; Nada; O [arcaico]. 3 – Cobalto [símbolo químico]; Conserva [Cabo Verde]. 4 – Repetes; Rui [regionalismo]. 5 – Elemento de formação de palavras que exprime a ideia de haste; Rádio [símbolo químico]; Sufixo nominal, de origem latina, que exprime a ideia de conjunto. 6 – Desculpas. 7 – Grita [popular]; Graceja (de); Tira [Brasil]. 8 – Culto; Norte [figurado]. 9 – Reunis; Atingia. 10 – einstéinio [símbolo químico]; Cruel [antiquado]; Aquelas. 11 – Anta; Devasso.

Clique Aqui  para abrir e imprimir o PDF.


Aceito respostas até dia 20 de Julho, por mensagem particular no Facebook ou para o meu endereço electrónico, boavida.joaquim@gmail.com. Em data posterior, apresentarei a solução, assim como os nomes dos participantes.

Vemo-nos por aqui?

quinta-feira, 21 de junho de 2018

Devaneios cruzadísticos │José Gomes Ferreira

"Chora-Que-Logo-Bebes" é o nome da terra natal da personagem principal da obra "Aventuras de João Sem Medo", do escritor português José Gomes Ferreira, pedido com a resolução do passatempo referente ao mês de Junho de 2018.


1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
1
B
A
R
R
A

C
H
O
R
A
2
A
D
A
I
L

H
A
V
E
R
3
N
U

R
A
P
A
S

C
D
4
A
B
A

M
A
S

Q
U
E
5
L
O
G
O

R

L
U
A
S
6


E
S
B
O
R
O
O


7
A
V
I
O

L

A
T
A
S
8
R
E
S

A
A
L

A
L
E
9
I
R

A
S
S
I
M

I
S
10
D
A
M
P
A

B
E
B
E
S
11
A
S
S
A
S

A
L
I
S
A

Recebi respostas de: Aleme; António Amaro; Antoques; Arjacasa; Bábita; Baby; Beta; Caba; Corsário; Dária; Donanfer II, Dupla Algarvia (Anjerod e Mister Miguel); El-Danny; El-Nunes; Elvira Silva; Fernando Semana; Filomena Alves; Fumega; Gilda Marques; Homotaganus; Horácio; Jani; João Bentes; João Carlos Rodrigues; Joaquim Pombo; José Bento; José Bernardo; Lulopes; Mafirevi; Magno; Magriço; Manuel Amaro, Manuel Carrancha; Maria de Lurdes; My Lord; Neneiva; Olidino; Osair Kiesling; Paulo Freixinho; Ricardo Campos; Rui Gazela; Russo; Salete Saraiva, Salva; Seven, Socrispim, Somar e Virgílio Atalaya.

Vemo-nos no próximo?